Entre em contato conosco para mais informações

Quer saber mais sobre este produto?

Contato conosco

O caminho pedregoso para uma solução móvel

Desafio

Encontrar software e hardware adequados para melhora de um sistema de leituras baseadas em papel para coleta de dados digital em um difícil ambiente no campo.

Solução

Um software específico da e-merge Data Solutions, combinado com os PDAs resistentes Nautiz X3 da Handheld.

Resultados

Melhor coleta de dados e mais precisão, transmissão de informações mais rápida e muito tempo economizado no campo para realizar mais a cada dia de trabalho, além de uma melhoria geral no atendimento ao cliente.

 

Um distribuidor de geração de energia na zona rural da Nova Zelândia melhora os seus serviços com tecnologia móvel resistente.

Em comparação com áreas urbanas, ambientes rurais e isolados apresentam um desafio singular para coletores de dados de serviços — mas ainda assim as demandas de energia e a qualidade do serviço para consumidores rurais são igualmente importantes.

Foi isso que levou a e-merge Data Solutions e o seu cliente rural King Country Energy (KCE) a substituírem um sistema de informações baseado em papel por uma solução móvel sem fio que economizou tempo para a KCE, aumentou a precisão da sua transmissão de informações e, mais importante, aumentou a sua capacidade de atender clientes.

Fomos conversar com a equipe da KCE no centro de King Country, uma das zonas mais isoladas e inóspitas da Ilha Norte da Nova Zelândia, para ver como essa empresa inteligente e direcionada para a comunidade está usando tecnologia móvel para simplificar a vida em meio a condições climáticas e de terreno muito complicadas.

Um ambiente desafiador

Os fundamentos do terreno da região montanhosa de King Country são formados por sedimentos rochosos de grauvaca. Os traços da sua paisagem variam de florestas densas ou dunas de areia litorânea a montanhas com neve no topo. A KCE fornece energia para cerca de 18 mil clientes domésticos e comerciais na região, em locais que variam desde áreas semi urbanas até regiões extremamente rurais, e a empresa é responsável por coletar leituras regulares nos seus medidores de energia

De acordo com Helen Peacock, gerente de negócios a varejo da KCE, um agente de medição de energia que viaje para as áreas rurais mais afastadas pode dirigir mais de 400 quilômetros em um dia. E o desafio não é o tempo que ele passa na estrada.

"Na realidade, chegar aos medidores pode ser algo muito difícil", afirmou Peacock. "É preciso enfrentar todo tipo de obstáculo, trilhas em fazendas, subidas e descidas, pântanos. Um dos nossos agentes precisa remar em um barco para ler um dos medidores no litoral." 

Esses desafios afetam não apenas os empregados da KCE, mas também o equipamento de coleta de dados. Antigamente, a KCE usava um sistema baseado em papel para as suas leituras. Com o passar do tempo, a equipe mudou o seu sistema para um método baseado em computador com aparelhos móveis, mas os pesados dispositivos eram difíceis de carregar e precisavam ser conectados a estações bases todas as noites para exportar dados.

Peacock descobriu a e-merge e a sua solução de leitor de medidor sem fio e iniciou um diálogo, informando-se sobre sistemas de leitura. Ela viu que era possível comunicar leituras de medidores e informações relacionadas de volta para o escritório sem fio e em questão de minutos. 

Tecnologia resistente enfrenta obstáculos ambientais

Não demorou muito para que a KCE contratasse a e-merge para ajudar a implementar uma solução movei sem fio para a empresa. Mas este não foi um passo fácil. A KCE percebeu rapidamente que, embora o software da e-merge funcionasse com perfeição, seriam necessárias unidades PDA escolhidas especificamente para o clima, o terreno e as condições em questão. 

As primeiras PDAs usadas pelos medidores precisavam ser colocadas em capas plásticas para protegê-las contra água e sujeira, o que dificultava a operação das unidades. Mas remover as capas para uma melhor funcionalidade tornava os dispositivos vulneráveis a danos. No seu cargo anterior como agente de medição, a colaboradora de serviços ao cliente Karen Hardisty decidiu remover a capa da sua unidade um dia. Mas ela acabou derrubando e quebrando o dispositivo ao ser atacada por um cachorro.

"A tela inteira ficou despedaçada", lembrou Hardisty. "Eu devia ter mantido o aparelho dentro da capa, mas era difícil apertar os botões devido à grossa camada plástica. Não dava para ver a tela muito bem e era difícil apertar os botões. Aquele dia estava ensolarado e a tela estava muito brilhante, então pensei que não precisava da capa. Mas a verdade é que eu precisava dela."

A e-merge está sempre procurando por melhores soluções para os seus clientes e decidiu ficar de olho em novos dispositivos que pudessem ser adequados para a situação especial da KCE. A equipe descobriu e testou o dispositivo portátil Nautiz X3 da Handheld, um PDA resistente lançado recentemente, com um preço competitivo. 

Ficou claro desde o princípio que o Nautiz X3 era a escolha perfeita para a KCE. O aparelho cumpre com os padrões do exército dos EUA de resistência a quedas, areia, poeira e água, e opera em temperaturas de -20ºC a 60ºC. Ele conta com uma tela sensível ao toque e legível sob a luz do sol, tem uma bateria que dura por um dia de trabalho inteiro com uma única recarga, é extremamente compacto e cabe naturalmente em uma mão. 

A KCE estava perto de renovar o seu contrato com a e-merge, que então decidiu incluir uma atualização de hardware na sua oferta de renovação. Então, a equipe enviou algumas unidades do Nautiz X3 para o verdadeiro teste: uma execução experimental em King Country.

"A e-merge nos enviou dois aparelhos e dois dos nossos agentes de medição os utilizaram", afirmou Hardisty. Eles gostaram muito dos aparelhos, então decidimos estendê-los a todos os nossos agentes de medição porque eles são mais rápidos, mais fáceis de usar e são realmente portáteis, diferentemente dos aparelhos com faixas e capas que costumávamos usar." 

Esses aparelhos provaram que estão prontos para o campo. Não houve quebras, danos, nem comentários negativos dos nossos agentes de medição. "Foi um conceito totalmente novo para nós", disse Peacock. "Mas foi incrível como os agentes de medição se adaptaram rapidamente e adoraram."

Pavimentando um caminho para um melhro serviço ao cliente

A KCE está contente com a nova coleta de dados e os novos recursos de transmissão de informações com diálogo contínuo em dispositivos móveis. Peacock e Hardisty concordam que muito tempo foi economizado com o novo sistema e que a sua equipe agora é capaz de ler mais medidores. Até mesmo as suas leituras rurais agora são feitas mensalmente. 

A nova tecnologia permite que os gerentes vejam o progresso atualizado do trabalho completo, de tarefas realizadas e questões de retrabalho juntamente com observações dos agentes de medição sobre locais e leituras. "Adoro os recursos da transmissão de informações", afirmou Peacock. "A tecnologia me deixa maravilhado." "Ela está melhorando consideravelmente a produtividade e a qualidade no campo." 

Mas mesmo com todas as melhorias na coleta de dados, transmissão de dados e economia de tempo, o atendimento ao cliente ainda é o mais importante para Peacock.

"No fim das contas, somos totalmente direcionados a fornecer o melhor serviço possível para os nossos clientes e isso nos ajuda a fazer aquilo", disse ela. "Passamos dos dias de papel do passado para esses aparelhos sem fio, o que melhorou incrivelmente o nosso serviço."