Entre em contato conosco para mais informações

Quer saber mais sobre este produto?

Contato conosco

Alta Tecnologia em Alto-mar

Desafio

Desenvolver um sistema de informação estratégico para um barco de competição a ser usado no convés em qualquer situação, inclusive com luz solar direta, escuridão ou condições climáticas difíceis como marés fortes e rebentação.

Solução

O Algiz XRW da Handheld utilizado como um computador host sob o convés, conectado com cabo ao sistema de bordo e executando um software de estratégia; o Algiz 7 com uma conexão sem fio armazenando e utilizando informações estratégicas no convés.

Resultado

Informação sobre o vento, análise de performance e ferramentas de navegação sempre disponíveis no convés sob quaisquer condições climáticas e a qualquer hora do dia.

 

Computadores portáteis robustos Algiz da Handheld fornecem uma vantagem estratégica para a Equipe de Vela da Audi.

Imagine que você tem um trabalho como membro da tripulação de uma equipe de competição de um barco a vela. Você está no mar durante horas, exposto ao sol, ao vento, à água e à maresia. As ondas estourando, o veleiro subindo e descendo, você se equilibrando na superfície escorregadia... Que maravilha trabalhar com essas condições.

Agora imagine que você precisa de um computador portátil para poder desempenhar as suas funções. A claridade, o vento, a maresia... um ambiente pouco amigável para trabalhar. Só mesmo um portátil robusto e resistente serviria para essas condições. Foi exatamente isso que a Equipe de Vela da Audi descobriu nos computadores tablet da Algiz: ferramentas de trabalho com um desempenho informático potente para a equipe. Dispositivos que não davam nenhuma preocupação mesmo em condições climáticas adversas.

Uma equipe, tarefas individuais

A Equipe de Vela da Audi na temporada 2011 participaria do campeonato mundial da ORC (Offshore Racing Congress) em Cres, na Croácia, dos campeonatos na Finlândia e na Estônia, na Eslovênia e na Croácia e em várias regatas classificatórias na Finlândia. A equipe fez campanha para dois barcos: um Grand Soleil de 42 pés e um Salona de 37 pés.

Cada um dos 8 a 10 indivíduos de uma equipe de vela precisa ser um bom marinheiro de maneira geral para participar nas competições de offshore, mas as posições individuais envolvem também tarefas especializadas. Parte da tripulação se concentra no manuseio do veleiro e na montagem e manuseio das velas. O timoneiro e o proeiro constantemente procuram a melhor velocidade e equilíbrio. A última tarefa é a de determinar o posicionamento ótimo do barco em relação ao vento, o curso e os veleiros concorrentes, cuja função corresponde ao navegador/estrategista.

O trabalho do estrategista é o de reunir informações e planejar com antecedência os próximos movimentos do barco durante o percurso, usando esta informação para ganhar vantagem. Pistas visuais como as nuvens e o vento sobre a água servem de fonte de informação, mas os instrumentos de bordo e a Internet são cada vez mais utilizados nos cálculos. Instrumentos de vento, o diário de bordo e uma bússola eletrônica fornecem dados sobre o desempenho do barco e sobre a tendência do vento. As previsões do tempo pode ser baixadas em formato numérico e utilizadas para a otimização das rotas. Velejar continua sendo uma tarefa crítica, mas é mais fácil graças ao uso do GPS e de cartas eletrônicas.

Requisitos de tecnologia especializada

Quando a Equipe de Vela da Audi decidiu integrar e implantar um sistema de informação estratégica para a temporada de 2011, eles sabiam que seriam muito exigentes com o equipamento. Por isso ponderaram vários requisitos de usabilidade e de sistema na hora de selecionar o software e os computadores. Dentro dos parâmetros estavam as funções desempenhadas pelo estrategista.

O estrategista deve estar no convés, onde há movimento e é possível perceber as condições da borda do navio e comunicar instantaneamente com o timoneiro. Quando o veleiro está indo contra o vento, cada marinheiro na equipe trabalha para melhorar a velocidade e o direcionamento, inclusive o estrategista. Nas corridas durante o dia, é comum ter luz solar direta sobre a tela do dispositivo, embora algumas competições continuam durante a noite. Ás vezes chove e em dias de condições climáticas adversas, a água salgada espirra bastante e algumas ondas inclusive rebentam sobre o convés.

Suficientemente resistente para passar todas as provas

Era um conjunto de fatores e requisitos difíceis de cumprir. Uma vez pesquisadas as opções disponíveis, a Audi decidiu utilizar os tablets Algiz XRW e Algiz 7 da Handheld com os softwares da Expedition.

O ultra-robusto notebook da Algiz XRW executava o aplicativo Expedition na estação de navegação abaixo do convés e estava conectado com um cabo ao sistema de instrumentos de bordo (o B&G Hercules no Grand Soleil 42 R e o Tacktick no Salona 37). Já o Algiz 7 era utilizado pelo estrategista no convés, com uma conexão sem-fio WLAN a funcionar como uma interface de bloco de notas para sistematizar a estratégia.

O Algiz 7 foi escolhido para ser o dispositivo a ser usado no convés devido à sua alta e nítida resolução, com um monitor próprio para ver contra a luz e também por sua bateria de longa duração, por possuir duas baterias com o sistema hot-swap e ainda pelo seu baixo peso e proteção IP65 resistente à água.

Por ser um computador tablet robusto completo, o Algiz 7 poderia ter sido perfeitamente o único dispositivo na embarcação, executando o software Expedition e conectando através de uma WLAN com o sistema de instrumentos a bordo. Mas a equipe optou por usar dois computadores, para beneficiar-se da adição de redundância e de possuir uma unidade de backup.

Por isso a equipe escolheu o Algiz XRW para armazenar a informação, já que possuia ancoragem USB e COM versáteis, uma tela apropriada para ver contra a luz, baixo consumo e proteção IP65. Embora este tablet fica protegido sob o convés, na prática a luz solar ou mesmo uma onda pode atingir também esta zona. Portanto, ter um portátil robusto lhes dava mais confiança para operar mesmo em situações críticas.

Prova de Campo

A Equipe de Vela da Audi utilizou o Algiz XRW e o Algiz 7 para a navegação, a análise da linha de saída, o timing, a análise de performance e de vento, a seleção da vela, o registro de dados e para a análise pós-corrida nas competições no Mediterrâneo e no mar Báltico durante 2011. Ambos os computadores tiveram uma performance admirável.

“Os barcos de competição são um ambiente hostil para um computador ou um tablet: sol, água salgada, pouco espaço, condições extremas”, diz Jukka Nieminen, o estrategista da equipe. “Nada disso foi um problema para que os computadores Algiz XRW e Algiz 7 da Handheld nos fornecessem toda a valiosa informação que necessitávamos”.