Entre em contato conosco para mais informações

Quer saber mais sobre este produto?

Contato conosco

ALGIZ XRW AUXILIA CIENTISTAS NO OCEANO ÁRTICO CONGELADO

Com a ajuda do notebook robusto Algiz XRW portátil do Grupo Handheld, dois cientistas sediaram o projeto Arctic Science Field Logistics do outono à primavera de 2013-14, oferecendo aos pesquisadores de todo o mundo uma oportunidade única para coletar dados científicos em uma localização remota do Ártico. Este notebook robusto auxiliou com a gravação e armazenamento de dados científicos, mantendo linhas abertas de comunicação com as partes interessadas em todo o mundo, navegando em torno de icebergues, rastreando dados de localização e antecipando tempestades.

Desafio

Realizar pesquisas científicas avançadas e coletar dados durante o inverno no Oceano Ártico, mantendo linhas abertas de comunicação com os cientistas de todo o mundo.

Solução

Confiar as tarefas diárias de coleta de dados, comunicação e navegação ao notebook ultra-resistente ALGIZ XRW da Handheld.

Resultado

Com a ajuda de tecnologia robusta confiável, contribuir com importantes observações e descobertas, para expandir a compreensão da comunidade científica sobre os ecossistemas do Ártico.

Preparando-se para o inverno

No verão de 2013, o pesquisador e explorador francês Alan Le Tressoler e o biólogo marinho norueguês Elin Austerheim se prepararam para a viagem à Groenlândia partindo de Brest, na França, para passar quase um ano congelando no gelo da costa leste da Groenlândia à bordo do Argelvor: um veleiro de aço de 43 pés equipado com um laboratório de bordo.

"Nunca deixo de me surpreender com quantos preparativos são necessários para estar se aprontar para este tipo de expedição", diz Le Tressoler. "Você tem que ser capaz de fazer reparos se algo quebrar ou apresentar defeito — e não é como se pudéssemos fazer uma viagem rápida até uma loja após a formação do gelo"

Talvez a mais importante preparação da tripulação tenha sido para garantir que eles usassem tecnologia confiável e potente para manter abertas as linhas de comunicação com o mundo exterior. Assim, os cientistas escolheram o que sabiam que funcionava: o Algiz XRW. Este computador portátil tinha acompanhado Le Tressoler em uma expedição em 2012 para o pólo norte geográfico com excelentes resultados, e ele estava ansioso para usá-lo novamente na Groenlândia.

"O Algiz XRW é o único dispositivo eletrônico a bordo em que eu confio. Muitos outros dispositivos não sobreviveriam nessas condições ", diz Le Tressoler. "Ele teve uma vida dura até aqui, mas suportou sem nenhum problema."

Austerheim concorda: "A maioria dos equipamentos que funciona com baterias não lida bem com temperaturas baixas, mas podíamos contar com esse computador robusto para ser funcional."Alan Le Tressoler and the Algiz XRW rugged notebook

O Algiz XRW é classificado como IP65, o que significa que é completamente à prova de poeira e água, e ele atende s rigorosas normas MIL-STD-810G para sobrevivência em temperaturas extremas, umidade, gotas e vibrações. Apesar de sua resistência, este notebook robusto é compacto o suficiente para ser transportar, pesando apenas 1,6 kg (3,5 libras). Duas portas USB e uma porta RS232 permitiram aos cientistas conectar um telefone via satélite e uma variedade de instrumentos científicos para coleta de dados no campo.

Usando o Algiz XRW em combinação com o seu telefone via satélite, Austerheim e Le Tressoler poderiam baixar e visualizar mapas e gráficos do gelo marinho, receber previsões meteorológicas e antecipar as próximas tempestades de inverno, se comunicar com cientistas de todo o mundo sobre os projetos em curso, enviar e receber e-mail, atualizar seu blog e site, e fazer chamadas telefônicas.

Uma base científica na Groenlândia

O Algiz XRW provou ser uma ferramenta de navegação inestimável durante a viagem para a Groenlândia. Seu GPS integrado e capacidades de plotagem de cartas eletrônicas ajudaram a orientar o caminho, e sua robustez e portabilidade tornou-o um dispositivo conveniente e confiável para ter a bordo.

"Como o XRW é à prova d'água, nós poderíamos mantê-lo no deck conosco", diz Le Tressoler.

Os pesquisadores chegaram a Amdrup Havn, uma pequena baía, em meados de setembro. No momento em que o gelo marinho solidificou no final do outono, a base científica no Argelvor estava pronta para receber cientistas visitantes com um pequeno laboratório, que incluía um microscópio, bombas de vácuo para filtração de água, e armazenamento para amostras. Ele também fornecia equipamentos de campo, tais como tendas, sacos de dormir, um fogão de acampamento e um trenó Pulka que permitia que até seis pessoas vivessem a bordo do barco.

Collecting scientific data on the Arctic ice with the Algiz XRW ultra-rugged notebook

O trabalho começa

A cada semana, durante vários meses, Austerheim e Le Tressoler coletaram, filtraram e preservaram amostras de neve e gelo para o grupo de Genômica Microbiana Ambiental do Laboratório Ampére e para o Laboratório de Glaciologia e Geofísica Ambiental. Os cientistas visitantes dessas instituições usaram as amostras para estudar a transferência de microrganismos entre a atmosfera, a neve e o gelo, fornecendo insights sobre o seu papel nos nutrientes e no ciclo contaminante do ecossistema.

Em nome do Instituto de Pesquisa Internacional de Stavanger, a tripulação do Argelvor também realizou um experimento controlado que imitava um derramamento de óleo, e então analisou as micro-comunidades para ver como elas reagiram à exposição ao óleo ao longo do tempo.

Instrumentos de amostragem acoplados ao Algiz XRW ajudaram os cientistas em sua coleta e análise. O principal instrumento utilizado foi um dispositivo conhecido como CTD, que mede a condutividade, temperatura e densidade, permitindo que os cientistas analisem as condições físicas, tais como a temperatura e salinidade ao longo de uma coluna de água.

Ornitólogos utilizaram o equipamento do projeto para estudar o comportamento alimentar de aves marinhas do Ártico, chamadas Little Auks. Eles conectaram um leve registrador de temperatura e profundidade nas pernas das aves, e, depois de três dias, recuperaram os registradores. Conectando-os diretamente ao Algiz XRW, eles descobriram quanto tempo os Little Auks voaram e quão profundamente eles nadaram para encontrar comida.

Robusto, móvel, indispensável

O projeto Arctic Science Field Logistics, com a ajuda de tecnologia móvel robusta, forneceu uma maneira dos cientistas de todo o mundo trabalhar em conjunto, lado a lado, em um dos ambientes mais remotos, mais desafiadores e menos estudados do mundo.

Foi colaboração, comunicação e conexão no seu melhor — tudo possibilitado por tecnologia móvel robusta.